Gestão de equipes: como estruturar a equipe para atender em um e-commerce?

Iniciar nas vendas online é uma ação de necessita organização, planejamento e estrutura interna para projetar o crescimento do negócio. Porém, ao iniciar um e-commerce, muitos empresários acabam acumulando diversas funções desde a fabricação e cadastramento dos produtos, até gestão de pedidos, logística e divulgação da loja online.

Esta situação ocorre, muitas vezes, devido à escassez de recursos, principalmente, pela baixa demanda de trabalho inicial. Porém, já nos primeiros meses de crescimento é importante manter uma organização de recursos para contratação de profissionais específicos, a fim de garantir o atendimento e evitar erros e problemas em todo o processo da venda.

:: Estruturando sua loja online? Conheça os três pilares do e-commerce. ::

Para evitar que sua loja online se torne um trabalho exaustivo e desgastante devido ao acúmulo de funções, organizamos algumas dicas para a contratação de uma equipe interna para a gestão das vendas online. É importantíssimo considerar este assunto se você deseja projetar o crescimento de seu negócio e expansão de seus resultados. Vamos lá!

Quais profissionais eu devo contratar?

Uma equipe para atender um e-commerce envolve uma série de responsabilidades, tal qual uma loja física também necessita, afinal uma loja online demanda planejamento, estrutura da plataforma para venda, sistema financeiro, comunicação, logística, gerenciamento dos pagamentos, segurança, marketing, entre outros.

Em nosso texto complementar no Blog da plataforma AGEC (plataforma e-commerce desenvolvida pela AstrusWeb), separamos alguns cargos importantes ao mapear a estrutura da equipe interna. Confira abaixo:

  • Marketing: responsável pela elaboração de campanhas e análises de seus resultados;
  • Criação: composta por web designers e programadores que cuidarão do aspecto visual de sua loja online. Você pode terceirizar a criação com a plataforma AGEC;
  • Conteúdo: em que são desenvolvidos os textos, imagens, vídeos e outros que serão usados nas descrições dos produtos, em seu blog e mídias sociais;
  • Gestão de dados: responsável pela coleta e pelo armazenamento das mais diversas informações sobre seus produtos, clientes, rendimentos, etc;
  • Planejamento: que ficará com a função de pensar em estratégias e ações de posicionamento da companhia e a gerência, que supervisiona todos os outros núcleos e garante uma comunicação eficaz entre eles;
  • Financeiro: Responsável pelo gerenciamento dos pagamentos, geração de nota fiscal e controle do pagamento dos pedidos, fornecedores e funcionários;
  • Logística: responsável por gerenciar e embalar os pedidos, tanto como manter a comunicação junto às transportadoras ou sistemas de envio nos requisitos corretos para entrega.

O ideal é que todos esses profissionais sejam gerenciados pelo Gerente de E-commerce, o qual será responsável por manter o processo acontecendo em sintonia, tendo em vista que há vários processos internos para passagem dos pedidos a cada um dos profissionais responsáveis.

Mas, afinal, quantos profissionais eu devo contratar?

Não se desespere. Aconselhamos você começar a delegar as funções de acordo com os seus recursos disponíveis e demanda no seu negócio. Por exemplo, se o seu produto for de fácil envio, não há necessidade, neste momento, de focar em uma pessoa específica para logística.

Assim, nos primeiros meses de organização, você, como empreendedor, pode assumir a gestão do e-commerce e contratar uma ou duas pessoas para lhe auxiliar em atividades específicas do processo. Cada uma terá suas responsabilidades, porém, neste processo inicial, acabará acumulando mais de uma função. Isso se torna natural para sustentar o crescimento de seu negócio.

Ah, um ponto importante a se considerar é a terceirização dos serviços. Contratar uma agência para desenvolver a plataforma e-commerce é um importante facilitador para seu gerenciamento interno. A AstrusWeb, por exemplo, possui a plataforma e-commerce AGEC, ideal para iniciar e crescer nas vendas online, além de oferecer os serviços de Marketing Digital para a sua loja online (receba uma apresentação da plataforma AGEC clicando aqui).

Essa terceirização facilita a sua atenção às questões pontuais do negócio como, por exemplo, fabricação dos produtos, contato com fornecedores, logística e gerenciamento dos pedidos internos. Esta prática auxilia (e muito) a manter a sua dedicação em atividades estritamente voltadas às vendas.

 

Agora que você já conhece as possibilidades para contratar a sua equipe interna no e-commerce, esperamos que você consiga sentir-se mais seguro(a) na gestão de sua loja online. Se possuir alguma dúvida, conte conosco para auxiliar no crescimento de sua empresa e organização inicial. Comece a estruturar hoje mesmo o seu negócio e suas vendas online!

Voltar